3

Aprés…

Depois de uma semana muito degastante a nível profissional, lá chegou finalmente o fim de semana.Ainda visivelmente irritada com a incompetência de uma certa empresa de auditoria tão conceituada no mercado, interrogo-me como é que é possível existirem pessoas que não têm consciência das suas dificuldades e agem como se fossem verdadeiros craques na matéria.

Podia aqui contar uma ou outra história referente a isso, mas acredito que a maior parte das pessoas que me visita não está muito virada para essa área e como tal resta-me esperar por segunda-feira e desatar então este nó de perplexidade que tenho na garganta.

Só mesmo as pequenas coisas que faço no final do dia me têm trazido algum ânimo, porque nem tenho tido tempo para fazer algumas das visitas obrigatórias à procura de material.Amanhã vou vingar-me e vou fazer a compra de tecidos ao kilo e aproveitar para renovar o meu stock e quiça fazer coisas novas.

Já sei, fotografias obrigatórias.

Anúncios
5

:)

– 63 999 990, 63 999 991, 63 999 992, 63 999 993, 63 999 994, 63 999 995, 63 999 996, 63 999 997, 63 999 998, 63 999 997….oh! enganei-me…bem amanhã conto outra vez!

(Esta sou eu a contar o dinheirito que me vai sair no Euromilhões, Lol!)

BOM FIM DE SEMANA

2

Breves

Este fim de semana terminei alguns dos trabalhos pendentes que tenho e como tal há novidades por aqui.Experimentei ainda a fazer esta receita e confirmo o bolo é fantástico (nem deu tempo de fotografar, Lol).

Finalmente fui ver o meu sobrinho emprestado, é a coisa mai linda, ó pra mim tia mais babada.Deu-me umas saudades…ai, ai!

Ando tentada a experimentar este chá, mas falta-me os ingredientes e a companhia certa para estas aventuras.(Deve ser óptimo para acompanhar com o bolo de que falei mais a cima).

De resto muito trabalho e muita brincadeira com o filhote.

3

Eu e a minha boca

Venho pelo quintal, cheia de sacos de compras, com um olho nos disparates que ele eventualmente possa fazer e com outro olho nas minhas 3 cadelas, para evitar pisá-las e meio na defensiva daquela alegria de me verem.Mal entro na cozinha, elas três entram por aí a dentro, em território proibido.

Eu para elas ainda a livrar-me dos sacos:

– Meninas, vão para a rua!
– S. estás a ouvir?!
– Meninas estão a ouvir a mãe?!

Gosto muito delas, mas as mãezinhas delas existem e gozam de boa saúde.Ri-me sozinha, o filhote ainda não percebe estas gafes da mãe. Lol.

5

O fim de semana

Neste fim de semana houve tempo para compras.Esta lã estava/está a um verdadeiro preço pechincha, dá vontade de sair da loja com os novelos todos, mas pronto depois há-de ser Verão, com uns 40 graus e eu ainda a tricotar sabe-se lá o quê…

Não resisti e comecei um novo cachecol.Já tinha utilizado este ponto, mas a lã que eu tinha escolhido era tão grossa que o efeito pretendido não foi alcançado.Definitivamente para este tipo de trabalho a lã tem que ser mais fina.

Estes cães invadiram a lojinha, ainda com um ar de Inverno, mas cão prevenido vale por dois.

4

Fases

A partir do momento em que somos mães, esta deve ser uma das palavras que mais ouvimos da boca dos outros.

-Então ele dorme? Come bem? Chora muito?
-(…)
-Deixa, não te preocupes, vais ver que isso é só uma fase.

E andamos ali iludidas, naquela de que é só uma fase, que eventualmente passa, blá, blá, blá. Eu com o tempo fui deixando de ligar às fases e sei perfeitamente que como em tudo na vida há sempre um lado bom e um lado mau. Resta-nos encontrar o equilíbrio para ultrapassar os momentos maus e serenidade para aproveitar os bons.Isto para dizer que ser mãe não é fácil, mas é muito Gratificante, assim com G grande.