1

Alfaces na estufa

Alfaces
No outro dia no Pinterest deparei-me com esta ideia.As alfaces que tenho na horta pouco têm crescido e pensei como seria o seu crescimento desta forma na estufa.Esta ideia acaba por ser muito prática já que, apenas regamos a primeira alface.Como temos que fazer um furo em cada tampa, depois acaba por funcionar como um sistema de rega gota a gota.Já me aconteceu regar num dia e no dia seguinte ainda estarem a cair gotas para as outras garrafas.Falta agora perceber se as alfaces crescem mesmo e quanto tempo demoram a ficarem prontas para consumir.Resumindo, precisamos de 5 garrafas de plástico vazias (eu utilizei garrafas de água) em que cortamos um círculo no fundo de forma a encaixar as outras garrafas e para regarmos mais facilmente a do topo e um rectângulo na lateral.Depois temos que fazer um furo na tampa com a ajuda de um prego ou de um parafuso e de um martelo.Eu utilizei ainda uma sexta garrafa que cortei pela metade para recolher a água da primeira garrafa e para esta não cair para o chão.Depois é só colocar terra e plantar as alfaces e claro regar com regularidade.

As minhas garrafas estão atadas à prateleira para não cairem.É algo que qualquer pessoa pode fazer, mesmo morando num apartamento, com a ajuda dos filhos também se torna uma actividade interessante.

0

Uma dúzia

Jardim
Este ano devido ao início do projecto que tenho para o monte, tenho andando mais atenta aos cuidados que as árvores precisam.E é sempre com alguma tristeza que vou observando a nossa cerejeira, primeiro fica cheia de flores, depois de frutos e depois é ver as cerejas secarem pouco a pouco.Perante isto e pela primeira vez em vários anos decidi aplicar um produto específico para o vingamento dos frutos.Eu sou um bocadinho contra estas coisas, prefiro que tudo aconteça naturalmente.Mas a verdade é que ao longo dos anos, não aconteceu nada.A cerejeira simplesmente não deu cerejas.Houve um ano que deu uma.
Uma dúzia
Sei agora que deveria ter aplicado o produto mais cedo, logo desde a floração.Mas mesmo assim, só com uma aplicação obtivemos uma dúzia de cerejas.Foi uma festa, os miúdos só diziam está ali uma e ali outra.Algumas estão bicadas pelos pássaros, mas aquela que me calhou era saborosa.

2

I´m in the garden – Em crescimento

I'm in the garden!
Esta semana estive a ajeitar os vasos da janela da cozinha.A pôr alguma terra, a enfeitar com pedras e conchas e a limpar as folhas secas.
Bagas Goji
A lycium barbarum tem crescido bem, transferi alguns pés para a rua, mas foi naquela semana que choveu muito.Não morreram, mas têm crescido pouco.Os pés que estão em casa estão mais vistosos e por aqui ficarão enquanto se aguentarem no vaso.
Lavanda
Depois tenho alguns pés de lavanda. É difícil fazer crescer lavanda do zero, a semente demora-se na terra, depois cresce uma planta muito sensível e nem mesmo com um pouco de adubo ela deu o salto.Cresce muito lentamente e torná-la uma planta crescida e forte vai ser um desafio.
Couve
No meio da lavanda cresce ainda uma couve vinda de alguma semente perdida e um tomateiro.Muitas vezes quando estou a lavar a loiça e encontro sementes de tomate coladas aos pratos, coloco-as num destes vasos e já não é a primeira vez que nascem.
Tomateiro
É o caso deste que discretamente foi crescendo, crescendo e agora está enorme.Os tomateiros que tive na horta, mal tinham tomates pequeninos verdes eram imediatamente colhidos pelo filho mais novo.Por mais que lhe explicasse para não o fazer, não surtia efeito pelo que, agora fiz uma pausa desta planta na horta.

2

Nos meus dias

Jardim
mais melancólicos, e quando a chuva deixa ( o que tem chovido nestes dias!) vou até ao meu pequeno jardim. As plantas começam a precisar de poda para se renovarem e é algo que gosto de fazer.
Jardim
Houve alturas em que, mesmo pequeno o jardim tinha muitas flores.Agora as poucas que tem vão sendo colhidas pelo mais novo desta casa.Nada escapa às suas mãos pequeninas, as lagartas e caracóis que se escondam, se não quiserem ter um fim menos digno.
Katty
As patudas cá de casa observam atentamente os meus passos. 😉

0

I´m in the garden – O nosso jardim

I'm in the garden!
E hoje vou deixar aqui algumas imagens do nosso pequeno jardim.
Jardim
Ele ganhou flores nos últimos dias.E estas são as preferidas das abelhas.
Jardim
O chá lúcia-lima começou agora a rebentar.No Inverno dou-lhe um bom corte para obter novos ramos.
Jardim
A nossa cerejeira dá flores lindíssimas, já cerejas…
Jardim
E as hortênsias estão muito viçosas, mas ainda não têm flores.

4

Nascer

Manjericão

Olho atenta para as minhas sementeiras, mas com estes dias frios e chuvosos de Primavera, as sementes demoram-se na terra. Aproveito a chuva e faço pesquisas de sementes biológicas, imagino-me com uma grande horta, com um sem número de variedades de legumes, algumas bem estranhas até. Sempre fui assim, uma pessoa que sonha acordada, que idealiza, que está sempre a magicar. Apenas os sonhos foram mudando ao longo dos anos e acho que independentemente da idade que tiver, estarei sempre com algum projecto na cabeça.

A chuva cai lá fora e eu dedico-me aos vasos que tenho na janela da cozinha. Corto o manjericão e dou mais uma oportunidade ao tomilho que continua pequenino, os coentros são todos arrancados e no vaso do cebolinho cresce também erva cidreira.

0

Semear em Março

I'm in the garden!
Março é um bom mês para iniciar algumas sementeiras. Nos últimos tempos tenho guardado várias sementes e agora vão revelar-se bastante úteis. Tenho também algumas que ocasionalmente vou comprando.
Semear
É mais fácil iniciar uma horta utilizando plantas, a probabilidade de sucesso é maior. Recorrer às sementes, é mais trabalhoso, mas também é uma actividade terapêutica (lá estou eu com a terapia).
Semear
E por aqui, na falta de recipientes, utiliza-se as caixas vazias dos ovos. Eu não compro ovos, como sabem, mas tenho quem me guarde estas caixas e me dê.
🙂

0

Outono

Jardim

O início do Outono é sempre trabalhoso no jardim. As folhas começam a cair e têm que ser retiradas para não estragar a relva e é um excelente momento para plantar novos rebentos de flores. Este vaso da foto já existe há muitos anos no nosso jardim. Com as obras no galinheiro acabou por se partir e esta semana consegui colar a parte danificada. Deixou de ser perfeito, mas para mim continua a ter o seu encanto. Aguarda agora uma completa reestruturação, flores novas em todos os potes e também o mudei de sítio para que a minha filha o consiga regar mais facilmente. Ela adora andar pelo jardim de regador na mão e assim já não há o perigo de se picar na roseira.

4

I’m in the garden – Criar uma pequena horta

I'm in the garden!

O jardim da nossa casa é insuficiente em tamanho para a minha paixão por flores. Tenho muitas vezes que me controlar para não o encher com todas as variedades de flores que encontro e que gosto. É apenas composto por um rectângulo nas traseiras da casa e dois quadrados menores na frente. No passado já tivemos uma pequena horta nas traseiras, mas acabou por não resultar, porque a relva que temos, tipo grama, num ápice invadiu a horta. Nem sempre conseguia dar-lhe a atenção que estas coisas precisam.

Pequena horta

Apesar de esteticamente, não ter sido a melhor decisão, resolvemos arrancar a relva de um dos quadrados da frente e transformá-lo numa pequena horta. Foi um trabalho demorado, porque é preciso bastante força para arrancar relva grama bem enraizada e limpar o terreno de pedras e muitas raízes que ficam. Para além disso, resolvemos manter uma das nossas boungainville que temos a fazer de sebe e que tem raízes por toda a parte. Terminada esta parte, foi tempo de carregar o estrume que tínhamos no galinheiro e que aguardava pacientemente por alguma utilização. Para nós a parte pior de ter galinhas, é o facto de não termos onde colocar o estrume quando limpamos o galinheiro, mas que depois de seco, é um óptimo adubo para as plantas.

Pequena horta

Feito isto foi tempo de plantar. Optámos por alfaces, pimentos, alho francês e tomate. Um quadrado de 1,80 m por 1,80 m, também não dá para muito mais. Neste processo todo e obviamente, tivemos a ajuda dos filhos, que ora arrancaram relva, ora plantaram, ora regaram. Um verdadeiro trabalho de equipa.

Entretanto, as plantas já cresceram um pouco desde estas fotos e fizemos um espantalho bastante engraçado, mas sobre isso falarei noutro dia. 😉

2

A janela da cozinha

Na janela da cozinha

começa a ficar cheia de verde. Dizia eu que a salsa estava adormecida, pois, pois, deu cá um pulo nestes últimos dias.

Salsa

De momento é a planta maior, acho que gosta da luz que entra pela janela e também da água que lhe ponho. É o principal cuidado que se deve ter, regá-las sempre que a terra começa a ficar seca. Mas ainda vai demorar até que eu a possa utilizar na preparação das refeições.

Manjerona

Também já se nota uma diferença na manjerona, desde a última foto.

Manjericão

E o manjericão também vai crescendo e lá mais para a frente vou ter que transferir alguns pés para outros vasos ou até mesmo para o jardim.

Grão

E acabei também por transferir o grão que estava nos copos de vidro para um vaso, já estavam com raízes enormes. Vamos ver o que sai daqui (grão talvez, ehehheeh).