0

Natal

dsc09798

E cá estamos nós a caminhar rapidamente para mais um Natal. Uma das alturas do ano de que mais gosto. E puxamos de um lado, empurramos de outro e aos poucos tudo se ajeita, tudo se renova, tudo se adapta aos nossos novos dias. E não podia ser de outra forma.

dsc09825

Este ano não haverá presentes e se por um lado, é triste que tal suceda, por outro só prova que o melhor desta vida não se vende nas lojas, porque os filhotes até reagiram bem. Compreendem e aceitam que neste Natal o único presente que tenho para oferecer é o meu amor por eles. E se formos bem a ver, até é um presente muito valioso.

0

Feliz Dia da Mãe

Cheesecake de morango
Não sei se é da idade, ou se sempre fui assim e agora a “coisa” agravou-se, mas a verdade é que não dou muita importância a estas comemorações.Depois, os filhos mais novos ofereceram-me os trabalhos que fizeram na escola e empolgaram-se todos com este dia.Apanharam-me flores no monte e o mais velho deu-me um beijinho, o que na sua idade, já é um miminho muito especial.Aproveitei e apanhei umas flores do campo para a minha mãe.
Cheesecake de morango
Lá coloquei o meu lado contra de lado e fiz uma sobremesa toda caprichada para este domingo.Um cheesecake de morango, feito a “olho” e que resultou muito bem.
Cheesecake de morango
A base é de pacote e meio de bolacha Maria triturada juntamente com duas colheres bem cheias de manteiga, que coloquei num aro de 22 cm de diâmetro.Depois bati 600 ml de natas e juntei duas embalagens de gelatina de morango em pó já dissolvida em 200 ml de água a ferver.Juntei um pouco de açúcar para ficar mais doce e vazei para dentro do aro.Levei ao frio a solidificar e só depois enfeitei com alguns morangos cortados em fatias e com uma camada fina de gelatina de morango.Ficou muito fresca e saborosa, esta sobremesa.
Dia da Mãe
Recebi prendinhas cheias de detalhes carinhosos, coisas que eles sabem que eu gosto e que me fizeram sorrir.Preciosos os meus filhos!

0

Do Advento

Bolachas de Natal
Há uns dias estiveram a fazer bolachas.O mais novo participou todo animado e pode-se dizer que fez umas super bolachas, tinham cá uma espessura.A filha só se ria.O filho mais velho não quis participar. “Corta-se” às actividades mais elaboradas, mas nas simples ou nas de prendinha já alinha.
Estrela
Os mais novos animam-se com o calendário do advento e por enquanto têm cumprido os dias todos. Às vezes penso que memórias guardarão eles destas tradições familiares. Será que em algum momento, o mais velho desejará ter participado mais, ou será que daqui a uns curtos anos deixarei de ter quem se interesse pelo calendário do advento…

Faltam dez dias para a véspera de Natal!

0

4

4
Esta manhã ainda fui ver a que horas nasceu este meu filho, confesso que já não me lembrava. Foi um dia com muita ansiedade, em que as horas demoraram a passar, mas onde se quebrou um ciclo de inseguranças e onde se começaram a construir dias mais serenos e de aceitação. O nascimento do mais novo, como muitas vezes me refiro a ele, alterou completamente a vida da nossa família.Lembro-me de ele ser muito pequenino, e os manos mais velhos enchiam-o de beijos. Eu preocupava-me imenso, porque ele quase que parecia um boneco nas mãos deles, mas ele lá foi crescendo habituado a estes rebuliços.
4
A decoração do bolo foi inspirada aqui. E foi feito com o que havia em casa, um pão-de-ló simples com ovos das nossas galinhas, cozido numa forma em forma de coração. A cobertura é de brigadeiro sem chocolate, apenas com umas gotinhas de corante verde.
4
No momento em que soprou as velas estava muito bem disposto e achou piada aos animais do bolo.
4
Que faças muitos e que sejas feliz!

4

Mudança

Flores do Monte
Sei que nem a meio do ano estamos (felizmente), mas se tivesse que escolher uma palavra para definir este 2015, escolheria a palavra mudança.Tantas coisas mudaram em tão pouco tempo, algumas devido a decisões difíceis, mas que se revelaram correctas.
Uma dessas mudanças teve um grande impacto na vida da nossa filha do meio.Tudo começou por alguns desentendimentos na escola, a que se seguiram os não gosto daquela escola, não quero ir para a escola e se inicialmente tentei não dar muita importância ao assunto, com o decorrer dos dias e com o aprofundar das situações comecei a deixar a minha filha na escola sempre com o coração apertado e a sentir que a estava a deixar num local em que eu não confiava.Depois de muitos acontecimentos maus, ponderarmos muito, e resolvemos mudá-la de escola a quatro meses do fim do ano escolar.Foi uma decisão arrojada, mas que se veio a verificar ser muito acertada.
Ela foi muito bem recebida, as meninas da sala fizeram-lhe uma recepção ao portão da escola, eu deixei completamente de a ver, foram mostrar-lhe a escola, a professora.É uma escola pequena, muito simples, mas onde valorizam a opinião pessoal, onde os incentivam a usar a imaginação, onde castigam quem se porta mal e elogiam quem se porta bem…tão diferente da escola anterior.Ela está feliz, a mudança obrigou-a também a crescer.Às vezes pergunto-lhe se quer voltar para a escola antiga.
-Achas?! Bem, só se for para visitar os meus antigos colegas.

0

Pormenores

My creation
A filha queria que o seu bolo fosse inspirado no filme Frozen e dentro dos meus limites foi isto que saiu.Algo simples, mas ainda assim muito trabalhoso.Fico sempre com a sensação de que podia ter ficado diferente, mas este ano quis fugir à pasta e optei pela cobertura de brigadeiro, o que esteticamente não fica tão perfeito.
As lembranças ficaram muito simples, mas foi o que mais gostei de fazer.