Regresso à produção de forragem

Forragem
Quando perdi os gansos e as galinhas, parei com a produção de forragem verde.Na altura, já tinha o sistema completamente implementado, mas sem animais suficientes para a devorar, não fazia sentido continuar a produzir os tabuleiros de forragem e a desperdiçar dinheiro.Com o crescimento das novas galinhas e porque quero que se habituem desde cedo a comer a forragem, voltei à sua produção.
Aquilo que tinha dito aqui, acerca da qualidade das sementes mantém-se, este último saco de trigo que comprei vem muito sujo e em breve terei que improvisar uma peneira e também ficar mais atenta à marca dos cereais que compro.
Forragem
Actualmente, já tenho todo o procedimento estruturado, tenho esta estante de madeira com oito tabuleiros devidamente furados e com uma altura em cada prateleira de modo a que a água dos tabuleiros de cima vá para os de baixo, sem que eu tenha que fazer algo para isso.Diariamente, apenas tenho que colocar as sementes que deixei de molho no dia anterior no tabuleiro vazio, e despejar a água nos tabuleiros de cima duas vezes por dia.Com a temperatura e a luz que tenho na estufa consigo obter um tabuleiro de forragem por dia que serve de alimento a 16 aves, não em exclusividade, já que complemento com alguma mistura de cereais, mas que reduz significativamente o valor gasto na alimentação delas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s