Mudança

Flores do Monte
Sei que nem a meio do ano estamos (felizmente), mas se tivesse que escolher uma palavra para definir este 2015, escolheria a palavra mudança.Tantas coisas mudaram em tão pouco tempo, algumas devido a decisões difíceis, mas que se revelaram correctas.
Uma dessas mudanças teve um grande impacto na vida da nossa filha do meio.Tudo começou por alguns desentendimentos na escola, a que se seguiram os não gosto daquela escola, não quero ir para a escola e se inicialmente tentei não dar muita importância ao assunto, com o decorrer dos dias e com o aprofundar das situações comecei a deixar a minha filha na escola sempre com o coração apertado e a sentir que a estava a deixar num local em que eu não confiava.Depois de muitos acontecimentos maus, ponderarmos muito, e resolvemos mudá-la de escola a quatro meses do fim do ano escolar.Foi uma decisão arrojada, mas que se veio a verificar ser muito acertada.
Ela foi muito bem recebida, as meninas da sala fizeram-lhe uma recepção ao portão da escola, eu deixei completamente de a ver, foram mostrar-lhe a escola, a professora.É uma escola pequena, muito simples, mas onde valorizam a opinião pessoal, onde os incentivam a usar a imaginação, onde castigam quem se porta mal e elogiam quem se porta bem…tão diferente da escola anterior.Ela está feliz, a mudança obrigou-a também a crescer.Às vezes pergunto-lhe se quer voltar para a escola antiga.
-Achas?! Bem, só se for para visitar os meus antigos colegas.

4 thoughts on “Mudança

  1. Andámos pelos mesmos caminhos.
    O nosso também foi mudado, ao fim de 2 anos e pouco na mesma escola. Se iicialmente tinhamos pensado em mudar quando completasse os 6, a meio do ano, nem acabou por nem chegar a 3 meses depois de ter iniciado o ano escolar.
    E se na nova escola corre tudo a 200%, não há como reparar que ficaram sequelas da experienia anterior a nivel de auto-confiança e estão a ser trabalhadas de um modo profissional e humano por toda a escola.
    E acho que me percebes quando digo que também não há o que apague a machadada que foi ter andado a não dar importância a coisas que as nossas crianças contavam ou que víamos sempre com a frase “são coisas de criança” (algumas… outras foram mesmo de adultos) por parte de quem confiávamos os pequenos… deixar de ouvir as crianças em deterimento do acreditar na instituição escola, quando afinal havia mesmo muito a que dar importância (mas bolas, se não estiverem seguros numa escola pequena…raios)

    • Existem adultos que não têm mesmo aptidão para estar com petizes, ao ponto de tornarem a escola num bicho ruim.As pessoas certas no lugar certo fazem toda a diferença.E aqui na nossa zona, qualquer pessoa trabalha na escola, por isso é que o mais novo ainda está por casa.😉

  2. Quando a mudança é para melhor, nada como fazer tudo por isso!

    Tenho uma grande amiga que se sempre diz que em todas as mudanças, boas ou más, há sempre potencial de melhoria🙂

    • Também concordo, mas inicialmente a mudança custa sempre, porque não conseguimos ver o que de positivo ela nos trará.🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s