Limite

“O ponto que não se pode ou não se deve ultrapassar.”

Esta é a definição do limite de que hoje quero falar, porque a crise, a incerteza, os 3 filhos para criar não podem ser desculpa para que outros, acima de mim, tentem a todo o custo ultrapassar esse tal ponto.Porque a vida também é feita de princípios e de fidelidade a nós próprios.

E porque acredito que muitas vezes nos maus momentos, acontecem coisas boas.

2 thoughts on “Limite

  1. Concordo em absoluto contigo. Há princípios que devemos seguir com unhas e dentes. E foi muito por seguir os meus princípios, que me levou também a ficar no desemprego. Mas há coisas com as quais não compactuo. Sou assim, quero ficar bem com a minha consciência. E sim, acredita, acredita mesmo que no meio das coisas más, há coisas boas. Simples, mas que devem ser valorizadas. Eu tenho evoluido muito nesse sentido. Ânimo!

    • Eu acho que nos últimos tempos tem havido um aproveitamento da crise, por parte de certas pessoas, que é uma coisa fora do normal.É preciso muita força interior.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s