Rastreio Visual

A escola do mais velho tem uma parceria com uma empresa para realizar o rastreio visual gratuitamente.Depois de ele ter passado imenso tempo a dizer-me que via mal, que a professora o tinha mudado para a frente para ele ver melhor o quadro e de supostamente até a avó ter comentado que ele devia ver mal, achei por bem ir investigar o caso.A filha também quis ir e lá fomos os três.Ele todo empolgado, porque finalmente ia usar óculos, ela contente e empolgada com a consulta, mesmo não sendo para ela e eu preocupadissíma, porque fiquei com receio que ele “aldrabasse” o rastreio e saíssemos de lá com óculos, mesmo sem ele precisar deles.

Acho que já não me ria assim há uns bons tempos.A médica, bastante competente, lá foi conversando com ele para tentar perceber o que se passava e para meu descanso examinou-o com o recurso a vários aparelhos.Ele achou aquilo o máximo e ela também.Houve letras onde ele se enganou, mas as quais ela prontamente respondeu.Expliquei-lhe depois que não podia ajudar o mano.

-Ai, não?!

À medida que a médica lhe pedia para ver melhor, lá foi dizendo o que via.

-Volte daqui a um ano.-disse a médica.

-O que foi que a médica disse, mãe?-perguntou-me ele.

-Disse que só precisas de óculos para o ano.-respondi-lhe

-Ai, sim?!Já falta pouco então.- respondeu-me.

(A sério?A sério?Este meu filho desgraça-me.)

 

Advertisements

4 thoughts on “Rastreio Visual

  1. 🙂 Sabes o que o mesmo também se passou comigo, mas no meu caso o H. tinha razão. Fui com o H. a um oftalmologista antes de entrar para a primária e estava tudo bem. A meio do 1º ano foi à escola uma empresa que fez o rastreio gratuitamente a todos os meninos e também o resultado foi normal. No inicio do 2º ano achei que o H. via por exemplo Tv muito perto e sempre que lhe perguntava ele dizia que não via bem. Achei estranho porque não fazia sequer uma ano do último rastreio [o feito na escola] ainda assim passado 3 semanas resolvi dar-lhe a margem da dúvida e marquei consulta no oftalmologista privado. A verdade é que o H. veio de lá com receita para óculos e com uma gradução já upa upa, pois ele já não vê as coisas focadas para além de um metro de distância. O médico disse que é normal na idade deles em menos de um ano, por vezes até meses a vista deles se alterar. Até basta em picos de crescimento por exemplo. Hoje o H. usa óculos e apesar de eu ter duvidado, ele tinha razão. 🙂

  2. Com a minha filhota, foi parecido. Aos 5 anos, antes de entrar para a escola, fui com ela ao oftalmologista e veio triste, porque estava convencida que de lá ia sair com óculos.
    Já este ano voltamos, porque se tem queixado de dores de cabeça e para despiste lá fomos novamente ao oftalmologista, veio de lá novamente sem óculos (felizmente) e quase que se esqueceu das dores de cabeça.
    Quando aos dentes, é certo e sabido que vai ter de usar aparelho, até porque não lhe nasceram os dentes todos, está desejosa que de pôr o aparelho, “daqueles ás cores, pode ser Mãe??”

    Coisas de filhos…

    Um Beijo
    Maria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s