Quando

perdi a minha filha passei por muitas fases, houve momentos em que só chorava, houve momentos em que me revoltei, momentos em que não olhava para grávidas e para bébés pequeninos, momentos em que nas lojas não parava na parte de roupa para bébé, momentos em que não consegui aceitar. Houve um particularmente mau, na festa de Natal da minha pequena, estava tudo numa felicidade imensa, os meninos em fila a cantarem uma canção de Natal e quando os meus olhos bateram naquela imagem desatei a chorar, não de emoção como alguns terão pensado, mas de tristeza…por ter consciência de que a minha bébé nunca viverá um momento assim.

E é nos momentos felizes, que é mais difícil aceitar.