Irmãos

Durante muito tempo (e talvez ainda hoje) senti um grande desconforto quando me vinha à memória o dia em que regressei da maternidade com a minha filha nos braços.A minha mãe foi buscá-lo à escola e quando após dois dias sem me ver, os seus olhos bateram em mim gerou-se uma grande confusão.Perguntou-me vários vezes onde é que eu tinha ido, onde é que tinha estado ao que respondi que tinha ido buscar a mana.

-Foste mãe?

E olhava para ela, e olhava para mim e levantava-me a roupa para confirmar que a barriga tinha desaparecido mesmo (pelo menos a maior parte).Seguiram-se dias muito confusos para ele, de adaptação à nova realidade, com muitos comportamentos excessivos para chamar a atenção.Enquanto mãe, senti que devia ter feito mais, devia tê-lo preparado melhor para aquela realidade.

Quando voltei a engravidar, fiz questão de os envolver deste o início, claro que na altura não imaginava o desfecho que esta gravidez acabou por ter, mas mesmo assim não me arrependo de o ter feito. Foi delicioso vê-los a fazer planos para a bébé, ela a fazer a lista do que teríamos que comprar, ele a oferecer ajuda para cuidar dela, excepto para mudar as fraldas.

Depois…bem depois foi o desmoronar das expectativas, o lidar com a realidade.Para ele a bébé ficou doente no hospital e iremos buscá-la assim que os médicos deixarem.Para ela a bébé já não vem e pronto.

Felizmente, enquanto casal ainda não desistimos do nosso sonho, só temos que ganhar coragem para o realizar.

3 thoughts on “Irmãos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s