O Natal

foi intenso, atribulado, mas muito organizado.Na hora certa tudo estava feito e à espera dos convidados.Nem sempre é fácil cozinhar calmamente quando se tem dois petizes a puxar o avental, às vezes tenho mesmo que fazer uma pausa, dar colo, relembrá-los da vinda do Pai Natal.E fico sempre triste, porque há sempre poucas fotos, ninguém se agarra à máquina.Ficam as memórias.

O abrir dos presentes é sempre uma confusão, é o que faz sermos muitos.Gostei de tudo o que recebi.Os filhos ficaram encantados, têm brincado e brincado e brincado…

🙂

Advertisements

One thought on “O Natal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s