Voou

literalmente, o fim-de-semana. Quando dei conta já tinha passado e ficou tanto por fazer. Ai!

Na sexta-feira fiz coscorões. Ainda falta algum tempo para o Natal (bem não falta assim tanto), mas queria experimentar fazer a massa na máquina de fazer pão, para apenas ter o trabalho de tender e fritar. A massa acabou por não crescer e os coscorões ficaram muito duros. Quero repetir, mas com outra receita. Na terra do meu pai fazem uns coscorões deliciosos, enrolados e que habitualmente se comem com mel. Gostava imenso de os saber fazer, mas ainda não consegui a receita.

O filho andou nas avós o fim-de-semana todo. Anda muito satisfeito com a escola, tem-se comportado muito bem especialmente porque agora em casa já tem companhia para brincar, a mana começou a “desafiá-lo” e isso tem tornado os seus dias especiais. Acho que ele ainda via nela uma bébé e ficou deveras surpreendido com o seu crescimento. E por falar em crescimento, tenho as gavetas com calças curtas, t-shirts que mais parecem que encolheram com a lavagem, calções que ainda no outro dia ficavam abaixo do joelho e agora já estão acima, vestidos que agora são tops…

E finalmente tenho uma abóbora digna desse nome, a crescer no meu jardim. Oxalá que consiga sobreviver. Comecei a plantar algumas flores, um jasmineiro e miosótis azul. Gostava de na próxima Primavera ter um jardim florido, mas isso requer algum investimento monetário e muito investimento pessoal. O crescimento das plantas demora tempo, algumas não conseguem germinar e nem sempre se descobre os motivos para isso acontecer, especialmente quando se é uma leiga na matéria como eu. Vamos ver.

Anúncios

3 thoughts on “Voou

  1. Desculpe a intromissão…. mas de onde é o seu pai?
    É que na terra dos meus pais faz-se algo semelhante a coscorões que são cobertos com uma calda de mel…. mas chamamos-lhe filhós.

  2. Sofia, o meu pai é da zona de Ponte de Sôr.Esses coscorões de que falo só os vi lá, é tipo como os coscorões normais mas enrolados como um caracol, o mel só se coloca na altura de comer.

    Aco que sei quais são esses que a Sofia fala, penso que até se vendem em algumas pastelarias, são tiras ligeiramente torcidas cobertas com mel.

    😉

  3. Então não são mesmo…. é pena senão passava-lhe a receita.

    Mas os que eu falo, apenas os conheço em casa de particulares…. nunca vi em pastelarias! Aliás, com o trabalho que dão a fazer, não me acredito que comercializem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s