Ontem…

…quando li este blog não consegui conter as lágrimas.

É o que mais temo na vida.

Advertisements

4 thoughts on “Ontem…

  1. Cada vez mais penso em como cada vez estamos mais frageis.
    O ser humano é um ser muito fragil, sem dúvida, porque remete para questões relacionadas com sentimentos de união e de pertença, de amor, carinho, saudade, e de abandono como nenhum outro ser. A dinâmica psicológica é poderosa, para o bem e para o mal.
    Creio que o sentimento de perda e a perda efectiva de um filho é uma das piores contigências para um pai ou para uma mãe. E saber lidar com a fantasia não é nada fácil, quando ela não se pode “praticar”, porque não existe.
    O blog que referes é muito duro. Já chorei por aquela mãe, pai e filho (irmão), já chorei por aquilo que tive em casa. E na procura dos porquês sentimo-nos miseraveis.
    O teu estado não se compadece a que acompanhes o blog, minha querida. Não por enquanto. Não te faz bem. Não deves.
    Desculpa toda esta directividade.
    Um beijinho grande.
    Pensa em coisas boas.

  2. Eu sei Amélia, mas há coisas a que simplesmente não consigo ficar indiferente.Às vezes quero comentar o blog dessa mãe e não sei o que lhe hei-de dizer…pk imagino que não há palavras que façam passar aquela dor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s