2

Começo

Jardim
O começo tem muito que se lhe diga.É demorado, atrapalhado, árduo, penoso.Não tem sido fácil colocar na prática o que há muito tenho no papel.Parece que para cada ponto, decisão há dois ou três problemas.Têm sido dias miseráveis que me levam por vezes a fé.

Perdemos um dos nossos patos.Uma coisa tão estranha e triste que me obrigou a abrandar o ritmo, a não andar tão acelerada.Custou-me.Pobre bicho.

Nem tudo é mau.A vedação teve início (muito lentamente) e o nosso marmeleiro pegou e já está a dar flor.

4

Patos

Patinhos
E os novos companheiros dos cães são patos.Já me tinha esquecido de como os patos adoram chafurdar.Num ápice as paredes brancas ficaram todas sujas, porque eles comem e bebem água e comem e entram dentro da água e molham tudo.Mas são muito giros, ainda se estão a ambientar e refugiam-se muito, é uma questão de tempo.
Patinhos
Já tentámos soltá-los um pouco, mas ficaram muito assustados e desistimos. A ver se crescem mais um bocadinho.

0

Retratos

Candeeiro
De um sítio cheio de coisas partidas, que precisam de ser renovadas, limpas, pintadas.
Chaminé
Um sítio que me faz lembrar a casa da minha bisavó, que um dia ruiu e se perdeu para sempre.Às vezes penso nas histórias que este sítio tem para contar.Prometeram-me fotos antigas, quando tudo estava arranjado.
Jota
E este cão explorador não pára um segundo e explora tudo até ao último pormenor.

2

Caminhando

Casa
Este ano o Carnaval quase que nos passava ao lado.Os miúdos andam tão ocupados e encantados com o que os rodeia, que a escolha das máscaras foi algo de momento e passou pelo que já tínhamos em casa.E até que não correu mal, divertiram-se e isso é o mais importante.
Lá no monte, também houve novidades, começámos a achar que os cães estavam muito sós e arranjámos-lhes companhia.Foi assim uma decisão de momento e ainda não fotografei os novos inquilinos.São ainda bébés, mas conto com eles para devorarem as ervas do pomar.E por falar em pomar, também plantámos novas árvores, uma romanzeira e um marmeleiro.Vamos ver como corre.E enquanto escavava o local de plantação tive um encontro imediato com uma pequena cobra.Isto promete!

2

Devagar

Capuchinhas
Os dias transformaram-se numa correria, mas sem grandes novidades.A burocracia no nosso país atrasa quem tem projectos e alguma pressa.Para se fazer qualquer coisinha, é preciso um papel e um pagamento de uma taxa e claro, esperar.E enquanto espero, o que é que eu faço?Limpezas, obviamente.É uma boa forma de afastar o frio.

0

Fevereiro

Limpezas
E num instante, Fevereiro chegou.O tempo foge-me por entre os dedos.Todos os planos estão atrasados e nada avança como desejado, excepto as limpezas.E vamos fazendo descobertas, no outro dia encontrámos uma torneira, a única que deixaram para trás, estava escondida no meio da vegetação e escapou ao saque.E já conseguimos ver a tijoleira dos degraus das traseiras.Essa limpeza não foi fácil, muitos vidros espalhados, coisas sem explicação.
Pu
E os canitos andam hábeis em disparates.Num ápice dão uma corrida e vão explorar o terreno da vizinha, por mais que os chamemos não regressam e os carros passam rápido na estrada.Esperamos que em breve, isso deixe de acontecer e que consigam andar à solta, mas em segurança.
Ocupado
O mais novo é o meu companheiro nestas andanças.Brinca com pedras e pauzinhos, anda de triciclo e dá uma ajudinha a chamar os cães.O vocabulário aumentou um bocadinho e finalmente aceita melhor a minha ausência, já fica bem com o pai ou com a avó sem fazer birras enormes.Progressos que me deixam feliz e que vão ao encontro da entrada para a escola daqui a alguns meses.

2

Dias

Sha
Esta semana ficou marcada por um acontecimento muito mau.Às vezes, as nossas cadelas desentendem-se, coisas de miúdas, mas desta vez a briga foi feia e a nossa cadela mais velha quase que não resistiu.
Várias mordidelas na cabeça, a idade avançada e alguns problemas de saúde sem solução deixaram-na de rastos e completamente desfigurada.Por momentos pensei mesmo que a iria perder.Começou a desistir e a ficar sem reacção.Foi muito triste.
Com muita calma e persistência lá consegui dar-lhe a medicação e água, mas não foi fácil vê-la assim.Devagarinho, muito devagarinho lá foi recuperando, mas ainda tem um longo caminho pela frente.
Às vezes, os dias embrulham-se tanto que a nossa vida fica alvoraçada.A ver se tudo se resolve.